Abertura do Programa

De Caninos Loucos
Ir para: navegação, pesquisa

O programa Caninos Loucos desenvolve uma família de Single Board Computers com projeto aberto e livre com o intuito de fomentar o desenvolvimento e aprendizagem de sistemas embarcados no Brasil. É importante ressaltar que o termo livre não implica em gratuidade, visto que existem custos associados ao desenvolvimento e esforço de engenharia destas tecnologias, principalmente na parte de Hardware. Os benefícios deste modelo são inúmeros, mas em sua essência está a liberdade fundamental a todos os usuários que quiserem desenvolver algo a partir de nossa documentação, dado que contribuam com suas mudanças retornando à comunidade.

O desafio do programa Caninos Loucos é alcançar a abertura do projeto com sustentabilidade. Temos um time de profissionais focados em discutir os próximos passos de abertura e desenvolver soluções em modelos de licenciamento e de sustentabilidade. Alguns destes profissionais tem trabalhado desde os primeiros conceitos do programa, acreditam nesses ideais de hardware e software livre e conseguiram trazer o projeto para onde estamos hoje.

Atualmente já temos boa parte de nosso software aberto e livre, que pode ser encontrado no nosso Github, as exceções ao que está disponível lá são binários de propriedade intelectual de terceiros, como desenvolvedores de certos subsistemas de nossas placas. Estas exceções também estão sendo tratadas através de contatos e negociação com as empresas detentoras dessas propriedades intelectuais. Quanto ao hardware, o processo de abertura segue de maneira mais compassada, este desenvolvimento envolveu grandes investimentos de diferentes fontes e é necessária maior atenção para a sustentabilidade do modelo de desenvolvimento e licenciamento para que possamos manter a equipe de desenvolvimento da Caninos e seguir contribuindo com novos projetos e aperfeiçoar os existentes. Criar um modelo novo como este de abertura sustentável é um processo árduo e custoso, mas que acreditamos ter que ser feito com bastante cuidado mirando não só o momento atual, mas também o futuro sustentável do programa.

Para isso, seguiremos as diretrizes de abertura que determinamos garantirem esta sustentabilidade.

Novas atualizações sobre o desenvolvimento e abertura do projeto serão listadas também nesta página. Caso acredite nestas aspirações e queira ajudar com o projeto, entre em contato conosco ou acesse a página Como contribuir nesta wiki.

Diretrizes da Política de Abertura da Caninos Loucos

Estas diretrizes de licenciamento do projeto Caninos Loucos foram formuladas a fim de disseminar o máximo de informações possível mantendo ainda um fluxo de receitas para manutenção do projeto.

Em linhas gerais a Caninos Loucos segue um modelo de desenvolvimento direto, trabalhando com um núcleo de desenvolvedores. No entanto, reconhecemos que para atingir as metas do programa de disseminação de informação, é necessário uma política de abertura.

Estas políticas reconhecem também que diferentes usuários da tecnologia desenvolvida pela Caninos Loucos terão diferentes necessidades com relação à abertura, assim como partes diferentes do sistema possuem níveis desejáveis de abertura distintos.

Como um exemplo, reconhecemos que categorias como “Educação” e “Comercial” podem ser quebradas em diferentes níveis, no primeiro caso “Ensino Médio”, “Ensino Superior”, “Ensino Superior para Engenharia de Computação” e “Makers” são alguns exemplos. Similarmente, na categoria “Comercial” algumas empresas podem estar confortáveis em compartilhar suas modificações publicamente, enquanto outras não.

Para abarcar estes diferentes níveis de mercado a Caninos Loucos seguirá um modelo de múltiplas licenças, composto por uma licença padrão que fornecida para os desenvolvimentos do projeto e a possibilidade de negociação de outras licenças a serem negociadas de acordo com as necessidades do licenciado.

Outras partes do projeto, como software a nível de sistema operacional, seguirão as práticas de licenciamento originais do próprio software. Por exemplo, mudanças no kernel ou device drivers do serão submetidas aos repositórios do Linux (ou outros kernels, como BSD) de acordo com as estratégias de código aberto destes.

No momento, o programa Caninos Loucos projetou uma família de placas. Cada uma destas placas poderá ter um nível diferente de abertura, mas a intenção é que pelo menos toda a informação necessária para suporte de software nas placas seja disponibilizada.

O Programa Caninos Loucos encoraja o desenvolvimento de placas de expansão ou customizadas, fornecendo toda a documentação de exemplos para este tipo de projeto. Permissão para comercialização, manufatura ou sub-licenciamento destas placas exemplos podem ser negociados.

A Caninos Loucos fornecerá também recursos de engenharia para terceiros que desejem desenvolver suas próprias placas, sob pagamento e licenças. Para estes contratos a licença a ser utilizada será negociada entre as partes envolvidas.

Além disso, apenas placas produzidas pela Caninos Loucos, ou com licença específica, poderão utilizar os nomes e marcas da Caninos Loucos. Qualquer uso dos nomes e marcas registradas pela Caninos Loucos ou qualquer divulgação de compatibilidade com as placas Caninos Loucos sem permissão e homologação prévia não é autorizada. Esta medida busca garantir a compatibilidade e qualidade do programa.